Visitas

Website counter

domingo, 2 de outubro de 2011

. As características da personalidade

A primeira característica da personalidade é a sua singularidade, isto é, cada um de nós reflete de modo único, à sua maneira, os diversos factores a que está sujeito - biológicas e hereditárias, socioculturais e experienciais -. Quer isto dizer que não há pessoas iguais, cada um de nós é uma subjetividade que encara e interpreta o mundo em função daquilo que é e do que gostaria de vir a ser.
O facto de não podermos distinguir com rigor os factores a que estamos sujeitos faz com que a segunda característica da personalidade seja a totalidade. Os factores intervêm indiferenciada e conjuntamente. Umas vezes agimos por livre vontade, outras "empurrados" pelos factores que nem sempre controlamos - biológicos e socioculturais -, outras ainda por um misto de todas essas dimensões - os nossos desejos e o que nos disseram desde pequenos que devemos desejar -, que dificilmente conseguimos distinguir. Como num bolo em que os ingredientes à partida isolados geram uma realidade nova, assim somos nós, um todo composto de partes à partida isoladas, mas que se envolvem num novo ser: cada um de nós.
Por último, temos a continuidade e o dinamismo. Por um lado, a personalidade é contínua, por muitas e distintas diferenças as que sejamos sujeitos ao longo da vida somos a mesma pessoa em cada uma elas. Aquilo que aprendi ontem reflete-se no que farei amanhã, e assim ao longo da vida, com diferentes upgrades no mesmo disco rígido. O que nos leva ao dinamismo, uma vez que estamos em permanente construção, enriquecendo o nosso equipamento original com o que vamos colhendo do exterior e das nossas experiências interiores.

Sem comentários:

Enviar um comentário